Gaia no Portugal Economia Social

GAIA+inclusiva, GAIAaprende+, GAIAaprende+(i), Divertir com o Saber e Escola Oficina – Pólo de Formação em destaque na FIL

A participação do Município de Vila Nova de Gaia no Portugal Economia Social, que decorreu nos dias 23 e 24 de maio no Centro de Congressos de Lisboa, permitiu mostrar e partilhar o potencial empreendedor e inovador de cinco projetos municipais de sucesso no setor: «GAIA+inclusiva», «GAIAaprende+», «GAIAaprende+i», «Divertir com o Saber» e «Escola Oficina – Pólo de Formação».

A delegação gaiense foi presidida pela vereadora da Ação Social, Marina Ascensão, e pelos técnicos responsáveis por cada projeto municipal, e teve a oportunidade de interagir com os diferentes players ali presentes, numa virtuosa troca de conhecimentos, de experiências e de resultados positivos.

Os projetos municipais de Gaia reafirmaram, ao longo de dois dias consecutivos de abertura à comunidade, o seu potencial no setor da economia social. O programa municipal de ação social «GAIA+inclusiva», implementado há cerca de dois anos, promove e salvaguarda os interesses próprios das respetivas populações, em articulação com as freguesias, designadamente, nos domínios do ensino e formação profissional, saúde, ação social e habitação.

Já o projeto educativo «GAIAaprende+» assume uma ocupação integral para além do tempo letivo em dois períodos distintos: um primeiro período, com uma forte componente curricular e que oferece novas oportunidades de aprendizagem e sistematização do estudo, e um outro período com uma componente extracurricular, momento que privilegia o apoio ao estudo e a formação pessoal e integral das crianças. O GAIAaprende+ contribui também para a democratização do ensino, ao assumir-se como resposta social para todas as famílias e correspondendo a uma forma de gestão descentralizada e partilhada, assente em acordos e protocolos pelos vários agentes socioeducativos do concelho.

Numa lógica de valorização de uma política de combate à exclusão social e de defesa dos direitos das famílias com alunos com necessidades especiais, este projeto alargou o seu âmbito através da implementação de um programa integrado designado «GAIAaprende+(i)», que valoriza um conjunto de ações importantes no domínio da informação, formação, banco de ajudas técnicas, apoio às terapias, ocupação de tempos livres, refeições, transportes e acessibilidades, contribuindo desta forma para a reabilitação e integração social dos alunos com necessidades educativas especiais.

O projeto educativo «Divertir com o Saber», implementado há onze anos junto das crianças que frequentam os 1.º, 2.º e 3.º ciclos e residem no parque habitacional social, esteve igualmente em destaque no Portugal Economia Social. Trata-se de um modelo de aprendizagem da matemática que resulta de uma parceria entre a Gaiurb e a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, numa lógica de permitir a (re)descoberta de saberes de âmbito interdisciplinares e com o objetivo de minimizar as dificuldades sentidas pelos alunos cujas famílias não possuem recursos financeiros para recorrer a centros de estudo e de explicações.

A «Escola Oficina – Pólo de Formação» resulta de uma parceria entre a Gaiurb e a Escola Profissional e Artística Árvore, formalizada há cerca de dois anos, instituída com o propósito de dar resposta a um conjunto de necessidades formativas da população. Trata-se de um projeto que caminha no sentido da sustentabilidade do desenvolvimento económico, sob o princípio da solidariedade social, dando oportunidade de integração no mercado de trabalho a pessoas desempregadas.